Fachada ventilada curva confere conforto térmico, rapidez de execução e facilidade de manutenção

Sistema foi adotado no Colégio Roberto Herbster Gusmão, em Sete Lagoas (MG), projeto do arquiteto Gustavo Penna

 

O Colégio Roberto Herbster Gusmão, em Sete Lagoas (MG), se destaca pela fachada curva que reúne ‘em um só gesto’, como define o arquiteto Gustavo Penna, autor do projeto, os três blocos que abrigam o programa de necessidades da escola. Além de promover a unidade arquitetônica buscada por Penna, que queria um edifício de ‘presença marcante’ na região, a fachada ventilada, composta por painéis de concreto polímero presos a uma subestrutura de alumínio, contribui para o conforto térmico graças à circulação contínua de ar entre os painéis e o substrato. Para evitar patologias decorrentes da infiltração de água, o substrato de blocos cerâmicos foi impermeabilizado e também pontualmente reforçado para a colocação das ancoragens.

Jomar Bragança
O desenho curvo, determinado pela estrutura metálica auxiliar, dá personalidade à fachada ventilada, solução que oferece ainda maior conforto térmico e durabilidade em relação ao revestimento aderido

Além da estética e do conforto térmico, outra razão que levou Penna a optar pela fachada ventilada em vez da aderida foi o desempenho final da edificação. ‘Na fachada ventilada, o colchão de ar promove o isolamento térmico, facilita a manutenção e a fixação das placas que, além disso, não correm o risco de se soltar com o tempo. A durabilidade das fachadas ventiladas é maior’, afirma o arquiteto.

O desenho curvo da fachada é determinado pela subestrutura auxiliar metálica de perfis de alumínio sobre a qual se instalam os painéis planos de concreto polímero, material composto de resina poliéster com agregados de basalto, sílica e quartzo. Com 1,80 m de comprimento e 0,60 m de altura, os painéis, confeccionados sob medida para o colégio, são fabricados por moldagem com uma capa superficial de resinas termoestáveis que protegem o componente da degradação causada pelos raios UV e outros agentes climáticos.

 

FONTE: techne
Valentina Figuerola
Edição 234 – Setembro/2016
http://techne.pini.com.br/engenharia-civil/234/fachada-ventilada-curva-confere-conforto-termico-rapidez-de-execucao-e-372419-1.aspx

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>